Arquivo da categoria: Comentário

Shutter Island

Uma rapidinha, antes de reiniciar a busca por apês….

Shutter Island - Poster

Shutter Island

Fui assistir Shutter Island (Ilha do Medo), do Scorsese com Leonardo Di Caprio e Mark Ruffalo. Muito bom. É daqueles filmes onde tudo o que parece ser provavelmente não é. O óbvio não faz parte do roteiro.

Me lembrou um pouco “The Others”, com a Nicole Kidman. O crítico da Folha também lembrou desse filme…..

SigaSeuTime na mídia

Faço minhas as palavras de Lullis no blog Log4Dev (que pra quem não sabe é outro projeto meu): ando calado porque ando ultra atolado de coisas, e sem tempo para o ócio criativo. Muitas coisas estão acontecendo tanto no SigaSeuTime e no Job4Dev, e a boa notícia é esses acontecimentos estão sendo acompanhados pelo reconhecimento.

Hoje, o SigaSeuTime foi tema de uma matéria no site de Economia & Negócios do Estadão, intitulada “Redes sociais dão oportunidade de negócio ao pequeno empreendedor”. A matéria usa o projeto como case de como redes sociais como o Twitter servem de motor para novos empreendimentos e idéias.

Siga…

Rapidinha: só para avisar que o SigaSeuTime cresceu (agora temos Barueri, Avaí e Santo André), nasceu o SigaFormula1, e o SigaMadonna está em franco crescimento!

De volta

No dia 3 de Dezembro de 2007, escrevi um dos posts mais tristes deste blog, falando sobre o rebaixamento do Corinthians para a Série B (merecido, diga-se de passagem), depois de um longo ano de sofrimento e indignação. Hoje, 10 meses e 22 dias depois, vejo o meu time de volta à Série A!!! Muito bom ver a torcida no Pacaembú comemorando, emocionada, chorando de alegria. É melhor ainda ver o Felipe comemorando com a galera, nos braços da torcida, do outro lado do alambrado!!!!!

E para comemorar, nada melhor do que cantar

AQUI TEM UM BANDO DE LOUCO
LOUCO POR TI CORINTHIANS !!!

AQUELES QUE ACHAM QUE É POUCO
EU GRITO POR TI CORINTHIANS !!!

EU CANTO ATE FICAR ROUCO
EU CANTO ATE ENJOAR !!!

VAMO VAMO MEU TIMAO
VAMO MEU TIMAO

NAO PARA DE LUTAR !!!

AQUI TEM UM BANDO DE LOUCO, LOUCO POR TI CORINTHIANS !!!!

E, na onda do retorno, o refrão da música do Roberto Carlos:

Eu voltei
Agora prá ficar
Porque aqui
Aqui é meu lugar
Eu voltei pr’as coisas
Que eu deixei
Eu voltei…

Speedy com provedor externo, de novo!

Nota publicada no site do Speedy (http://www.speedy.com.br/comunicado.asp)

Atendendo a decisão judicial a Telefônica não pode mais prestar o “acesso” à internet diretamente aos clientes do Speedy.

A partir de 21 de agosto de 2008, para utilizar o Speedy os novos clientes deverão contratar um dos diversos provedores de acesso à internet existentes no mercado. Alguns destes provedores, em parceria com a Telefônica, fazem ofertas especiais para clientes Speedy.

Os clientes Speedy que realizam o acesso à Internet diretamente pela Telefônica, receberão um comunicado específico estabelecendo a data limite para contratação de um dos provedores disponíveis no mercado.

OK, na prática isto quer dizer que aquele usuário internet@speedy.com.br não irá mais funcionar.

Mas o mais interessante é notar na cara de pau da primeira frase:  “Atendendo a decisão judicial a Telefônica não pode mais prestar o “acesso” à internet diretamente aos clientes do Speedy.”. Primeiro por que deixa a entender queela estava permitindo acesso direto por vontade própria, o que é falso: foi uma liminar da justiça de São Paulo que a obrigou a fazer isso. Segundo porque o texto faz parecer que o tal acesso é algum serviço complexo prestado por ela.

Ora, todos sabemos que o tal “acesso” se resume a simplesmente verificar uma senha em uma base de dados! E além do mais, o único serviço prestado de fato pela Telefônica é o de fornecer o acesso à Internet!

Aos descontentes, eu diria que existem basicamente dois caminhos: um caminho possível é mudar de provedor de banda larga, para um que realmente possa oferecer acesso à Internet. A outra é entrar na Justiça. Um bom ponto de início para isso seria o site ABUSAR (http://www.abusar.org.br/).

Filmes da semana

Faz tempo que não escrevo aqui. Ando meio sem inspiração pra por no “papel” as minhas idéias. Para não passar setembro em branco, vou falar um pouco sobre os filmes que vi na última semana.

Primeiro, Ensaio sobre a cegueira, filme baseado na obra de José Saramago e dirigido por Fernando Meireles (diretor de Cidade de Deus e O Jardineiro Fiel). Fala sobre uma epidemia que deixa as pessoas cegas: o resultado é um mundo caótico. Gostei muito do filme, que conta com um elenco cheio de atores famosos como Danny Glover, Marc Ruffalo, Gael Garcia Bernal e a incrível Juliane Moore. E vale ressaltar que boa parte do filme foi filmado em Sampa, caracterizada como uma cidade americana.

No dia seguinte, fui ver o filme de Walter Saller, Linha de Passe. O filme também se passa em São Paulo, mas ao contrário do filme de Fernando Meireles, seus atores são desconhecidos, e a cidade não poderia ser retratada de forma mais crua e dura. A história gira em torno de uma família pobre da periferia: a mãe, empregada doméstica e torcedora do Timão, e 4 filhos. Cada um tenta se encontrar na vida, seja através da religião, seja através do futebol, seja atravessando a cidade como motoboy, ou simplesmente tentando descobrir e conhecer o pai. O filme é muito bom, os atores estão ótimos (sobretudo a mãe, que inclusive ganhou o prêmio de melhor atriz em Cannes, e o filho mais novo), mas saí do cinema meio pesado: o mundo real é duro.

Ontem, mudei completamente de estilo. Fui ver Babylon A.D (conhecido em português como Missão Babilônia), que conta a história de um mercenário que é contratado para levar uma menina de um convento da Europa do Leste para os Estados Unidos em um mundo futurista e completamente caótico e destruído pela guerra. Dois motivos me levaram a ver o filme, que tem Vin Diesel como ator principal: primeiro porque eu li o livro que originou o filme, chamado Babylon Babies, escrito pelo francês Maurice Dantec (na verdade eu nunca terminei o livro, apesar de ter gostado muito..coisas da vida). O segundo motivo, talvez o mais importante, foi que o filme foi dirigido pelo Mathieu Kassovitz, diretor e ator francês muito bom (e mais conhecido pelo público brasileiro como namorado da Amélie Poulain).

Respeito Olímpico

Imagine a seguinte situação:

Copa do Mundo.

Brasil e Itália se enfrentam na primeira fase. Último jogo. Quem ganhar passa pras oitavas. O jogo está emocionante, com chances pra ambos os lados. De repente o Galvão fala: “Bem amigos, voltamos daqui a pouco”, e daí corta o jogo e começa a passar publicidade. Imaginou? Cabeças rolariam….

Não nas Olimpíadas, não durante o jogo da Seleção Feminina de Hand.

Que um evento seja interrompido para mostrar outro evento relevante, é normal, porque nos jogos olímpicos são muitos jogos simultâneos, e a TV aberta tem dificuldade em gerenciar isso. Mas cortar um jogo extremamente emocionante para mostrar PROPAGANDA??? É uma baita falta de respeito com o telespectador. E não contente com isso, em vez de voltar pro jogo de hand, a Globo decide que é melhor mostrar um incrível confronto de Tênis entre Itália e Espanha.

Depois vem falar que falta apoio ao esporte brasileiro….

PS: o Brasil abriu dois gols de diferença, mas deixou empatar no último minuto.